Você sabia que a endometriose pode acometer a bexiga?

44% das mulheres descobrem o câncer de colo de útero no estágio avançado por não realizar o check-up anualmente
11 de Janeiro de 2018
A incontinência urinária na gestação é bastante frequente, mas tem tratamento!
11 de Janeiro de 2018

Como já citei em publicações anteriores, a endometriose é o crescimento anormal do tecido endométrio fora do útero. Os casos mais comuns de endometriose são aqueles em que os tecidos acometem os ovários, as tubas uterinas ou os ligamentos que sustentam o útero (como ligamento útero-sacro), porém, embora raros, podem acometer a região da bexiga.

Essa condição é chamada de endometriose vesical, e pode acometer o peritônio vesical (camada que recobre a bexiga) ou a mucosa vesical (dentro da bexiga). Nestes casos específicos, os sintomas são diferentes, como desconforto ao urinar, dor na região da bexiga que piora durante a menstruação, presença de sangue na urina no período menstrual, urgência para urinar, dor ao enchimento vesical, entre outros.

O tratamento da endometriose vesical pode ser clínico ou cirúrgico, a indicação irá depender da idade, da gravidade e da extensão do problema. Mulheres que têm caso de endometriose na família devem estar atentas aos sintomas, pois o caráter hereditário está presente na maioria dos casos.

Sua saúde e a saúde de sua família são muito importantes, cuide com muito carinho. Por isso, em caso de dúvidas procure um profissional capacitado para atendê-los integralmente. As informações neste site pretendem apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança.

Beijos,
Dra. Priscila K. Matsuoka | Ginecologia e Obstetrícia | CRM 133872
Sem conflitos de interesse a declarar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *