O pré-natal é uma das maiores provas de amor de uma mãe pelo seu filho

Qual a influência da menopausa na vida sexual da mulher?
11 de Abril de 2018
Endometriose engorda?
23 de Abril de 2018

Hoje celebramos o dia do obstetra, profissional que acompanha e aconselha a mulher antes, durante e depois da gestação. Durante a gravidez há muitas mudanças fisiológicas e emocionais ocorrendo na mulher. O obstetra é o profissional que lidará da melhor forma possível com isso, oferecendo qualidade de vida para a futura mamãe.

Quando uma mulher está grávida, o acompanhamento pré-natal deve ser realizado. Essa assistência é como se fosse uma das primeiras provas de amor que a mãe dá ao seu filho, pois é por meio desses exames que é possível cuidar tanto de sua saúde quanto da criança, além de evitar doenças e complicações que podem ocasionar o parto prematuro e até mesmo o aborto.

Geralmente as consultas durante o pré-natal ocorrem mensalmente. A semana dependerá do momento em que a gravidez foi descoberta e a gestante foi ao médico pela primeira vez.

Todos os exames são divididos entre os trimestres, assim como os ultrassons. São solicitados o hemograma completo, glicemia, sistema ABO e fator Rh, sorologia para HIV e VDRL, reação para toxoplasmose e rubéola, sorologia para hepatite B e C e citomegalovírus, urina e fezes para verificar se está tudo bem com a mulher.

As ultrassonografias não precisam ser feitas em todas as consultas, porém há quatro que são essenciais: Logo no começo do pré-natal, para avaliar onde está ocorrendo a gestação, entre as semanas 11 e 14, para ver o desenvolvimento da criança e sua formação, entre as semanas 20 e 24, para verificar a morfologia do bebê e por volta da 32º semana para conferir se está tudo certo para o parto.

Parabéns a todos os obstetras por desempenharem essa profissão tão gratificante!

Beijos, Dra. Priscila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *