Descomplicando os métodos contraceptivos: DIU

Minha bexiga caiu, e agora?
16 de Maio de 2018
Saiba o que é o endometrioma de ovário
28 de Maio de 2018

Muitas leitoras me perguntam sobre o DIU. Então decidi escrever este post para ajudar.

O Dispositivo Intrauterino (DIU) é um método de contracepção de longa duração. Entre as grandes vantagens do método estão a comodidade e a segurança, pois, pode evitar a gravidez por até 10 anos, de acordo com o produto.

O DIU impede a passagem dos espermatozoides, fazendo com quem não haja encontro com o óvulo. Existem vários tipos de DIU. Temos os não hormonais como o de cobre e prata. E o diu hormonal composto por um hormônio chamado lervonogestrel, que além do efeito de contracepção, pode diminuir o fluxo menstrual e cólicas.

Perguntam, também, sobre a segurança do Diu que apesar de não ser 100% eficiente, a chance de falha do DIU é muito baixa, inclusive semelhante à de métodos cirúrgicos como vasectomia ou laqueadura. Isso os torna parte dos métodos mais seguros que existem.

Por não depender da correta utilização por parte das usuárias, como acontece com as pílulas anticoncepcionais, o DIU é mais eficaz em relação à contracepção.

O médico apenas pode inserir o DIU, após a realização de exames complementares para verificar se o método é realmente o ideal. O procedimento de colocação é rápido, simples e pode ser feito no próprio consultório.

Caso a mulher desejar engravidar, é preciso solicitar ao médico que retire o DIU. A fertilidade retorna ao normal rapidamente, independentemente do tempo em que o método foi usado.

Dra. Priscila K. Matsuoka | Ginecologia e Obstetrícia | CRM 133872
Sem conflitos de interesse a declarar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *